Faq

Dúvidas Frequentes

É um estilo de vida que permite o corpo estar em cetose a partir da alimentação com os macronutrientes na proporção média de 70% de gorduras saudáveis, 25% proteína e 5% carboidrato. Cetose é um estado natural do corpo no qual ele usa a gordura como fonte de energia, ao invés da glicose (açúcar do sangue). Todo o corpo – incluindo o cérebro – é adaptável a consumir as cetonas como combustível. 

Além da perda de peso, os adeptos a cetogênica vivenciam a sensação de energia mais prolongada, melhor concentração mental, melhor resistência a exercícios físicos, mais foco, melhor qualidade de sono, apetite controlado, menor desejo e ansiedade, além de uma série de outros benefícios à saúde, como prevenção e tratamento de doenças.

Não! 

A verdade é que os carboidratos são o único macronutriente de que não precisamos para nossa sobrevivência. É um equívoco muito comum acreditar que o cérebro precisa de carboidratos para sua manutenção. O corpo precisa de glicose, porém na ausência de carboidratos na dieta, o corpo produz glicose no fígado.

Além disso, o consumo de carboidrato de qualidade é feito na dieta cetogênica, porém em quantidades bem diminuídas.

Quando esses alimentos são consumidos, existe um aumento do açúcar no corpo, que aumenta a glicose e por  consequência a insulina. Essa glicose se tornará a fonte de energia do corpo, e o excesso dela, será armazenado como gordura. E infelizmente o excesso desses alimentos podem acabar te tornando resistente a insulina e com isso seu corpo acabará desenvolvendo processos inflamatórios que poderão impactar na sua saúde. Quando paramos de prover glicose em excesso para o corpo, como substituição, nosso organismo começa a produção das cetonas, que se torna a nova fonte de energia do corpo. Se durante a dieta cetogênica você consumir mais carboidrato do que deveria, você irá elevar sua insulina e diminuir a produção de cetonas, podendo te tirar da cetose e interrompendo os beneficios da nossa dieta, e impactando nos seus resultados..

São nutrientes que nosso corpo precisa em grande quantidade. Tais como carboidratos, proteínas e gorduras. Na dieta cetogênica temos como base acompanhar a quantidade de macronutrientes, limitando nosso consumo de macros a 5% de carboidratos, 25% proteína e 70% gordura.

Se for gordura de qualidade – como o abacate, óleo de coco, azeite, leite de coco, manteiga natural orgânica, carnes de alta qualidade, peixes gordos, laticínios, castanhas e nozes – é super saudável!

Já as gorduras ruins – como óleo de milho, óleo de canola, de soja, cártamo ou girassol – e gorduras combinadas com altos níveis de carboidratos são uma bomba, super prejudiciais à saúde. 

Heck NO! A menos que a gordura seja combinada com altos níveis de carboidratos refinados! As gorduras saudáveis te ajudarão no equilíbrio do hormônio leptina, hormônio da saciação, que irá te ajudar a ter mais energia, espaçar mais entre as refeições e a melhorar seus níveis de açúcar no sangue. A questão é comer gordura saudável e alimentos de baixo índice glicêmico. 

O mais importante que você não pode esquecer é: a dieta cetogênica é um estilo de vida saudável, com alimentos de qualidade, ricos nutricionalmente, de preferência orgânico. Existem muitas fontes de gorduras, mas aqui nós focamos nas gorduras boas e saudáveis, como: abacate, nozes, castanhas, azeite de oliva, azeitonas, leite de coco, óleo de coco, manteiga ghee, queijos, óleo MCT, etc. 

Como eu disse, o foco aqui são alimentos saudáveis: vegetais de baixo amido, proteínas de qualidade e gorduras boas. O que não for isso, é importante que você tenha atenção se pode ou não consumir e mesmo sendo um alimento permitido, é necessário olhar a quantidade.

As verduras e legumes estão quase todos liberados, mas muitos vegetais não poderão ser consumidos, como qualquer tipo de batata, mandioca e leguminosas como o feijão, soja, lentilha, ervilha, etc.

Sobre as frutas, apesar de serem consideráveis super saudáveis,pois sao ricas em micronutrientes e em fibras, para a cetogênica não funciona devido a frutose. As frutas 100% permitidas são abacate e coco. Limão, amora, framboesa, mirtilo e morango podem ser consumidos com moderacao.

Carnes, peixes, frango, ovo, cogumelos, queijos, iogurte natural completam a lista dos liberados. Em relação a bebidas, foque sempre na água, café e chá sem açúcar. Se quiser tomar alguma outra bebida, tenha certeza que não contém açúcar e cuidado com adoçantes artificiais.

Preste sempre muita atenção na lista dos ingredientes. Os alunos da Pretty and Proud recebem uma lista de alimentos classificados como Permitidos, limitados e Proibidos. 

Uai, Depende! rsrs nivel de Saúde, condicionamento físico, idade, metabolismo, hormônios são apenas alguns dos fatores envolvidos na perda de peso. Além disso, a balança não mede sua saúde geral e o foco na Pretty and Proud é te ajudar a mudar a composição corporal e melhorar sua saúde. É natural uma perda de peso mais expressiva nas primeiras semanas, pela liberação de água retida pelo consumo intenso de carboidratos. Depois é ativada a queima de gordura, onde não vemos tantos resultados na balança, mas sim nas roupas e medidas. A perda de peso é relativamente rápida, mas não é possível estimar exatamente quanto você queimaria, por que existem muitos fatores que influenciam nesse resultado.

SIIIIM.

Não é possível fazer dieta duradoura e de sucesso sem ter prazer na alimentação! E é por isso também que a cetogênica é tão maravilhosa! Podemos comer carnes, saladas, gorduras saudáveis como bacon, abacate, pasta de amendoas, nozes, queijo, derivados de laticínios, vegetais crucíferos, morangos, mirtilos, e muito mais… Com criatividade e adaptação, dá para fazer cada receitinha deliciosa que você nem acredita! 

Olha, depende! rsrsrs

Se você estiver se referindo a doces mais tradicionais, que encontramos em todo canto e pães brancos e pobre em nutrientes, você provavelmente deveria considerar não comê-los mais. Eles são extremamente processados, feitos com ingredientes tóxicos para o corpo, simples e baratos (só assim para conseguir fazer a produção em massa a um preço acessível, não é mesmo?). Não fazem bem! Não nutrem seu corpo de verdade!

Mas, voltando a falar sobre o estilo de vida saudável e a dieta cetogênica, temos dois cenários para responder essa pergunta:

1 – Existem MUITAS opções para substituir a farinha tradicional e o açúcar refinado. Na keto usamos farinha de amêndoas ou farinha de coco para pães, doces, farofa, pão de queijo, coxinha, etc. Para os doces, escolhemos sempre o chocolate amargo ou até o cacau puro e para adoçar, é só usar adoçantes que não alteram o índice glicêmico do corpo. Como eu disse, com criatividade é possível recriar pratos deliciosos!
2 – O outro cenário, que pode acontecer, mas deve ser visto como exceção é você de fato comer o docinho que você quer muito ocasionalmente. Ao passar do tempo, estando em cetose e mantendo esse estilo de vida, o corpo desenvolve uma capacidade maior de adaptação metabólica, ou seja: se você sair de cetose, usando algumas estratégias de detox, o corpo volta a consumir a gordura como energia em pouco tempo. Então sim, se você foi naquela festinha da sua sobrinha e quer comer um brigadeiro, tudo bem, coma (com moderação) e nos dias seguintes, volta a rotina cetogênica, adote estratégias como o jejum e se hidrate muito.

Você precisa saber, a partir do seu estilo de vida e sua composição corporal, qual a sua necessidade individual. Na Pretty and Proud nossos clientes tem acesso a nossa calculadora de macros customizados para inserir suas informações biométricas e receber seus macros para acompanhamento.Tendo essa informação, a melhor opção é usar um dos vários aplicativos disponíveis no mercado para controle de macronutrientes e calorias. Você coloca seu consumo diário lá e pronto, consegue controlar e adaptar conforme sua necessidade. 

São alguns sintomas, similares aos da gripe, que a maioria das pessoas sente quando ficam alguns dias sem consumir carboidrato – é como se fosse a abstinência do corpo ao vício do açúcar! O segredo é se manter forte, tomar eletrólitos, descansar, beber bastante água e repor os nutrientes perdidos – em alguns dias essas sensações irão passar e você se sentirá ótima! 

Com certeza!! Não vivemos só de bacon e hambúrgueres! Além disso, a proteína no estilo de vida cetogênica é moderada. Ovos, laticínios, certas sementes, nozes e alguns vegetais são excelentes fontes de proteína para vegetarianos. Outro opção é o colágeno ou o consumo de proteínas em pó – whey protein – de alta qualidade com baixo teor de carboidratos.

Com certeza! A base da nossa alimentação é comida de verdade, a maioria dos ingredientes que usamos na nossa culinária são sem glúten, e fazemos uma alimentação forte que busca melhorar o trato intestinal, implementar estilo de vida mais saudável e reduzir as inflamações do corpo, cenário perfeito para ajudar quem sofre com essa doença autoimune.

Consumir laticínios não é um requisito para um estilo de vida cetogênico! Muito pelo contrário, usamos moderação em algumas receitas e inclusive recomendo que seja evitado, devido à caseína tipo A-1( proteína do leite). É possível substituir os laticínios em várias receitas, incluindo leites de castanhas, creme de coco, manteiga ghee, levedura nutricional, etc. O leite tem lactose, que é carboidrato, então naturalmente, o consumo de leite não é permitido na cetogênica.

O colesterol é super demonizado, mas, precisamos dele para viver, nosso fígado sempre produz a quantidade necessária que nosso corpo precisa. O problema está no ratio de LDL para HDL, e não necessariamente só no nível elevado de colesterol. Esse assunto é bem complexo para ser explicado por aqui! Se você quiser saber mais, me manda uma mensagem ou leia o livro “Cholesterol Clarity”, de Jimmy Moore. 

São inúmeros os benefícios e tratamentos de doenças que a cetogênica auxilia, como diminuição do triglicerídeos, diminuição dos picos de glicose no sangue, clareza mental, pressão sanguínea mais baixa, colesterol LDL mais baixo, colesterol HDL aumentado, eliminação da compulsão por açúcar, perda de peso, melhor resistência ao exercício, melhor controle da epilepsia, da Diabetes tipo 2, algumas formas de câncer, Alzheimer, problemas intestinais, tireoide de Hashimoto, regulação hormonal, ovários policísticos, osteoporose, apneia do sono, depressão e ansiedade.

Ufa! Muitos benefícios, não é mesmo?

Pode, ocasionalmente e fazendo as escolhas certas ,controlar a quantidade consumida é essencial. O consumo de qualquer quantidade alcoólica irá interferir no seu processo de emagrecimento, já que o corpo irá priorizar a queima e eliminação do álcool primeiro, ao invés da gordura. Porém, existem bebidas que vão te atrapalhar menos, como os destilados tipo gin, rum, tequila, vodka e whiskey. Se você é amante do vinho e espumantes, escolha sempre o tipo seco.

Se for misturar esses drinks com algo, não use suco ou refrigerante regulares. Opte pelo refrigerante zero acucar ou água com gás! Beba muita água no dia seguinte e não repita com frequência!

Os alunos da Pretty and Proud recebem um Guia de Drinks, com opções bem gostosas e seguras!

Por ser uma dieta com muitos detalhes essenciais para o seu sucesso e para garantir que seja um processo saudável, o ideal é que você contrate um profissional qualificado para te orientar durante sua jornada. É importante saber como funcionam os macros e suas proporções, o consumo calórico, suplementos, hidratação, os benefícios ou malefícios de vários alimentos, quais substituições fazer corretamente, como fazer jejum intermitente ou o OMAD (uma refeição única por dia). São muitos detalhes, muitas informações, afinal detalhes geram grandes resultados!

Pesquise bastante, leia muito, entenda e respeite seu corpo e venha para a Pretty and Proud que o resto, você terá por aqui.

Conheça a Cozinha
Pretty and Proud

Conheça o meu canal de receitas cetogênicas no YouTube e descubra receitas cetogênicas incríveis e que irão mudar sua vida! Vamos juntas?

Lista de Espera